FVS-RCP reúne vigilâncias municipais e indígenas para alinhar ações de controle da Malária

Treinamento iniciou nesta segunda-feira

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM), realiza, até dia 30 de junho, um treinamento de alinhamento de ações de controle e combate à malária para as vigilâncias em saúde municipais e vigilância indígena do Amazonas.

O treinamento visa fortalecer as áreas técnicas de combate à malária nos municípios do estado a partir do plano estadual de eliminação da doença, que faz parte da estratégia nacional para reduzir o número de casos, em todo o país, para menos de 68 mil até 2025, reduzir o número de óbitos para zero até 2030, e eliminar a doença do país até o ano de 2035.

“Municípios prioritários para o controle da malária reunidos para abraçar esse compromisso que é eliminar a malária até 2035, que é a meta nacional. Todos os municípios podem contar com o apoio da FVS, que devem aproveitar o treinamento para o desafio que é eliminar a malária”, afirmou a diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim.

O diretor técnico da FVS-RCP, Daniel Barros, destacou que o treinamento está retornando com uma antiga atividade que reúne todos os representantes focados no combate à malária. “É uma oportunidade das equipes apoiarem as experiências exitosas dos demais ou até mesmo não exitosas, mas que em cima das quais é possível contribuir”, afirmou.

Segundo a gerente de Doenças de Transmissão Vetorial – Malária do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS-RCP, Myrna Barata, 25 municípios estão presentes no treinamento. “Trata-se de fortalecer a área técnica de representantes desses 25 municípios do estado, que são municípios prioritários e de Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI)”, afirmou.   

Interior

Um dos presentes no treinamento foi o representante do DSEI Médio Solimões, Sildonei de Melo, que disse acreditar que o treinamento cumpre o objetivo de atender a realidade de eliminação da malária a partir das perspectivas de cada município. “Vamos dar o nosso melhor para que o nosso objetivo de eliminação da malária seja cumprido, doença que afeta os ribeirinhos e os indígenas”, conclui Sildonei.

Programação

O alinhamento entre coordenação de controle e eliminação da malária do Governo do Amazonas, dos municípios e das regiões de indígenas segue até dia 30 de junho. Entre os itens contemplados nos dias de treinamento estão o perfil epidemiológico da malária no Amazonas, transmissão da malária no território, estudo de caso, métodos de diagnóstico de hemoparasitos, biossegurança, planejamento, solicitação e abastecimento de malária; e o uso de inseticida em saúde pública.

Referência

A FVS-RCP é responsável pela Vigilância em Saúde do Amazonas e atua no monitoramento de doenças no estado, o que inclui a prevenção de doenças transmitidas por vetores, como a malária, por meio da Gerência de Doenças de Transmissão Vetorial – Malária do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS-RCP (GDTV-Malária/DVA/FVS-RCP).

A instituição funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na avenida Torquato Tapajós, 4.010, Colônia Santo Antônio, Manaus. O contato telefônico da FVS-RCP é o (92) 3182-8510.

Fonte: Agência Amazonas

Foto: Girlene Medeiros/FVS-RCP

Deixe um comentário