Receita fiscal do governo central da China ultrapassa US$ 1,35 trilhão em 2021

A receita fiscal do governo central da China ultrapassou 9 trilhões de yuans (US$ 1,35 trilhão) em 2021, informou o ministro das Finanças da China, Liu Kun, na terça-feira (21).

O número aumentou 10,5% anualmente para 9,15 trilhões de yuans no ano passado e, se as transferências de vários fundos centrais fossem levadas em consideração, a receita total seria de 9,34 trilhões de yuans, disse Liu ao entregar um relatório na 35ª sessão do Comitê Permanente da 13ª Assembleia Popular Nacional.

Liu explicou que o aumento foi impulsionado por fatores como a recuperação econômica contínua e o crescimento relativamente alto do índice de preços ao produtor.

O relatório também mostrou que os gastos do governo central ficaram em 11,72 trilhões de yuans, uma queda de 0,9% e, se as transferências para fundos centrais fossem levadas em consideração, o número chegaria a 12,09 trilhões de yuans.

Com uma política fiscal proativa mais eficaz e sustentável, a China melhorou sua redução de impostos e taxas, fortaleceu seu apoio a grandes tarefas estratégicas e procedeu ativamente em inovação tecnológica e ajustes estruturais econômicos no ano passado, segundo o relatório.

Dada a crescente complexidade e incerteza do ambiente de desenvolvimento este ano, Liu enfatizou a importância dos esforços para acelerar a implementação das políticas existentes, fortalecer os ajustes de macropolíticas, preparar ferramentas incrementais, promover medidas de pró-crescimento e controlar efetivamente os principais riscos, como parte dos esforços para manter a economia dentro de um intervalo razoável.

Fonte: Xinhua
Foto: Divulgação

Deixe um comentário