Selva!

Coronel Alfredo Menezes assume comando da Suframa com o apoio da classe empresarial e a difícil missão de resgatar a autonomia da autarquia

Com a missão de resgatar o protagonismo da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) no cenário da região Norte, o militar reformado Alfredo Menezes assumiu a direção da autarquia no dia 18 de fevereiro, disposto a mostrar ao Brasil os benefícios que o modelo ZFM oferece para a economia nacional, principalmente na geração de empregos – um total de 700 mil em função dos insumos comprados de outros Estados pelas empresas incentivadas pelo modelo.

Para incrementar as ações da autarquia em nível nacional e internacional, Menezes diz ter feito algumas exigências ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes. A lista inclui autonomia administrativa para nomear sua equipe, autonomia financeira da autarquia – acompanhada do descontingenciamento de seus recursos – e a volta do controle da Suframa sobre o estabelecimento dos Processos Produtivos Básicos (PPBs).

A intenção, de acordo com o novo dirigente, é fazer uma gestão austera, íntegra, moderna, com planejamento e fiscalização. Leia a entrevista exclusiva na edição 107 de PIM Amazônia.

Deixe uma resposta